Hoje, para falar do Futebol de Rua, damos a palavra a alguém que não trabalha conosco, mas conhece bem nosso Instituto: Helen Regina Costa. Ela é a diretora da escola Elvira Pilotto em São José dos Pinhais, onde temos um núcleo há três anos. Helen tem 50 anos e é de Maringa. No ínicio de sua carreira ela ensinou em Curitiba e em São José dos Pinhais, depois ela trabalhou pelo Centro Municipal da Educação Infantil de São José. Enfim, a Helen Regina Costa chegou na escola Elvira Pilotto em 2008 e foi nomeada diretora em 2012. Ela ouviu falar do Futebol de Rua, quando nossa associação começava a chegar em Curitiba. Foram necessários alguns anos antes de trabalhar com a escola Elvira Pilotto, mas a chegada de um novo municipio finalmente permitiu o Futebol de Rua de se estabelecer lá. Ensinamos aulas de formação humana e de educação fisica...e também aulas de francês, há algumas semanas!!! Sou eu quem ensina francês lá e eu adoro isso! Mas falarei sobre isso em outra crônica...

Helen Regina Costa sempre tem um sorriso, mas quando pergunto ela o que ela acha do Futebol de Rua, esse sorriso cresce. «Fantástico!» «Maravilhoso!», ela diz. «É uma outra forma de ensino. Esse projeto pode fazer o que a educação tradicional não conseguiu. E o esporte é a melhor forma para educar. Ele traz qualidade e, sobretudo, ele contraria a violência.» A escola Elvira Pilotto não foi poupada pela violência. Em São José dos Pinhais, estabelecimentos escolares são invadidos, atacados, roubados, conta a Helen. «Mas agora nós não temos mais problemas.» Bem, mas não é só graças ao Futebol de Rua! Tem outros núcleos também atuando no Elvira Pilotto: esporte-lazer, um clube de atletismo, uma banda...

 

Helen Regina Costa gostaria que existissem mais projetos na escola. Com todas essas atividades, «as crianças têm mais responsabilidade, autonômia. Os estudos deles melhoram. Eles se tornam um pouco mais curiosos também», ela diz. Sobre o Futebol de Rua, a Helen nota que «poucas crianças param. Eles perguntam bastante, querem saber quando tem os núcleos, se um campeonato vai acontecer, se eles vão ter uma camisa de futebol... Meninos ou meninas, eles adoram.» A Helen também gostaria que essas atividades acontecem aos sábados e domingos. Mas está complicado para organizar agora. Ela insiste para dizer que o trabalho das associaçoes, como nosso Instituto, é «fundamental». «Há que mudar as ideias, as mentalidades, ela diz. A nova prefeitura (de São José dos Pinhais) percebeu a importância de uma ONG como o Futebol de Rua. Precisamos de mais pessoas, como seus professores e seus voluntários.» E, como para motivar ou para tranquilizar, a Helen acrescenta: «No Brasil, sabemos acolher as pessoas». E isso, caros leitores, eu confirmo!!!

 

Olivier

Voluntário no Futebol de Rua

Um projeto que consegue o que a educação tradicional falhou

  Patrocínio  

  Apoio  

  Apoio institucional  

  Parceiros públicos  

  Incentivo  

  Rede parceira  

Ligue

(41) 3042 2261 / (41) 3051 6878

Endereço

Rua: Antônio Moreira Lopes, 190 - Cajuru, Curitiba - PR, 82980-100, Brasil

Entre em contato

contato@futebolderua.org